Dicas · Downloads

Biblioteca organizada

Quando você tem 10, 20 livros, isso não é um problema, mas se você, como a gente aqui, estiver chegando na quarta casa decimal, pode ser útil conseguir achar o que quer na estante. Então, aqui vão algumas dicas para organizar a sua biblioteca.

1. Doe o que sabe que não vai reler e nem servir como material de consulta ou referência.

2. Doe o que você tiver também em formato eletrônico, principalmente os livros sem imagens.

Sugestões de locais para doações:

De uma forma geral, quanto mais distante dos grandes centros, melhor. Sua doação será mais útil e necessária.

Existe também o projeto Perca um Livro que funciona lindamente.

3. Faça uma primeira separação por tipo de material (revistas, livros, coleções, apostilas, DVDs, etc).

4. Separe, então, cada grupo por assunto. Ex: apostilas de sociologia, revistas de Design, livros de ficção, livros de História, etc.

Obviamente, esses grupos precisam fazer sentido para você e atender ao seu acervo. Se você tiver muitos livros de literatura, por exemplo, pode ser interessante separá-los por nacionalidade (literatura brasileira, francesa, etc) ou então por gênero (romance, ficção científica, etc).

Se você tiver dificuldade para decidir sob qual assunto classificar o seu material, veja se tem ficha catalográfica e use o que está lá. Mesmo que você não concorde totalmente, é mais fácil de achar depois porque será esse assunto que as buscas online e os sistemas de bibliotecas informatizadas te informarão.

A ficha catalográfica usa a Classificação Decimal de Dewey (CDD) ou a Classificação Decimal Universal (CDU), que você também pode usar se quiser. A CDD foi criada em 1876 por Melvil Dewey. A CDU, em 1895 por Paul Otlet e Henri la Fontaine. Apesar de serem ambas do século retrasado, esses poucos anos fazem diferença e a CDD ainda é a mais utilizada.

5. Depois, já agora na terceira separação, organize em ordem alfabética por sobrenome de autor.

Esses 5 passos já costumam ser suficientes mas, se você estiver realmente determinado em ter uma biblioteca organizada, pode usar um sistema de catalogação informatizado. Existem alguns gratuitos:

O que nós mais gostamos aqui na Uva Limão é o OpenBiblio, mas isso é totalmente pessoal.

Se você preferir métodos mais simples, nós desenvolvemos uma planilha bem simples (e incompleta), disponível para download gratuitamente aqui na Uva Limão. É importante ressaltar que essa planilha é só um exemplo, desenvolvido a partir do nosso acervo pessoal e que naturalmente terá ítens que não se aplicam à sua biblioteca, assim como certamente terá ítens faltando. A ideia da planilha é que você adapte para o seu acervo. Por favor não jogue nosso esforço fora e não redistribua, compartilhe o link desse post: http://uvalimao.com.br/biblioteca-organizada/

Download gratuito (formato Excel): PLANILHA UVA LIMÃO BIBLIOTECAS

O SophiA é o software mais utilizado em grandes bibliotecas universitárias, públicas, etc, mas além de ser pago, na nossa opinião é bem mais do que a maioria de nós precisa.

Agora, tem um truque: deixe sempre espaço em cada prateleira para que o acervo cresça, especialmente nos assuntos que você mais gosta. Assim, você não precisa rearrumar tudo cada vez que compra um livro. Ou dois. Ou trinta.

Outra coisa que é importante, para a conservação dos livros, é ter algum espaço/ar entre o livro e o fundo da prateleira. Por esse motivo e para facilitar a visualização, sempre arrumamos os livros alinhados pela lombada, com a lombada virada para frente. A gente aqui gosta de deixar os livros uns 2 dedos a partir da borda da prateleira, mas o motivo é absolutamente pessoal: é fácil de ver quando aquela prateleira menos consultada precisa de faxina.

Por falar em faxina, livros são limpos sempre com panos secos. Nada de jogar desinfetante ou álcool, ok? O melhor pano que tem para isso é algodão, especialmente aquele usado para fazer fralda de neném. É melhor que flanela ou esses de limpeza que vendem no mercado. Sem falar que você pode comprar por metro que fica bem mais em conta. Vende nessas lojas de tecido grandes que encontramos em lugares como o Saara (RJ) ou a 25 de março (SP). A única coisa chata desse tecido é que precisa ser lavado à mão para não se desfazer na máquina de lavar. Sabemos que vocês vão achar que é maluquice nossa, mas a maneira mais prática de lavar esses tecidos é enquanto você toma banho. A água quente desengordura o tecido rapidamente e o chuveiro ajuda a passar a água pelos furinhos, lavando bem mais rápido e melhor do que na torneira ou no tanque.

Agora, isso tudo vale para a nossa biblioteca pessoal, doméstica. Existe a formação em biblioteconomia para quem quiser seguir isso profissionalmente. É uma graduação, aliás, bem interessante e atual, já que engloba também arquitetura de informação e sistemas inteligentes. A biblioteconomia é a ciência responsável pela gestão não apenas de bibliotecas de livros, mas de todo e qualquer centro de documentação, inclusive os de arquivos digitais. Até onde sabemos, a UniRio é a única universidade que oferece tanto o bacharelado quanto a licenciatura em biblioteconomia, todas as demais graduações são exclusivamente bacharelados. No site deles tem a matriz curricular (pdf) para você dar uma olhada no que se trata o curso.

Importante: essas dicas foram escritas a partir da nossa experiência aqui na Uva Limão, adapte-as para as suas necessidades e para o que melhor te atender.

Esse vídeo tem quase 70 anos e praticamente não existe mais esse sistema dos cartões impressos mas, em termos de lógica, as bibliotecas ainda são organizadas mais ou menos assim:

E, para terminar, o vídeo que a Porta dos Fundos fez sobre bibliotecas/leitura é sensacional:

 

A nossa editora, Carolina Vigna, trabalhou com obras raras e pede para avisar que, apesar do mais comum ser a utilização da CDD, as bibliotecas de obras raras podem seguir outra lógica completamente diferente e se organizarem por data de publicação, editora, autor, nacionalidade ou até mesmo por tipo de impressão.

A fotografia que ilustra a chamada desse post lá na primeira página é do Real Gabinete Português de Leitura, no Rio de Janeiro. O Real Gabinete é lindíssimo e merece a sua visita quando você estiver praqueles lados.

Um comentário em “Biblioteca organizada

Deixe uma resposta